De Inverno um pântano, de Verão o pasto das ovelhas do vizinho. Amanhã, segundo as vozes do café, albergará a mais recente instalação urbana da aldeia.

Bem localizada, a uns meros metros da farmácia da aldeia, e também da Sociedade Musical cá do sítio. Quanto a transportes? Muito bem servido. TST e SulFertagus mesmo à beira da porta.

Vista desafogada para a Siderurgia Nacional. Dizem que polui o ar, mas isso são das invejas, já se sabe como é. Mas à noite faz umas vistas, daquelas que eu digo todos os dias que um dia irei fotografar. Até ao dia em que não poderei mais fazer, e nessa altura lamentarei as oportunidades perdidas.

E quando os vizinhos chegarem serão bem-vindos, desde que façam pouco barulho claro.








Copyright © Rui Pedro Esteves 2017 Direitos Reservados

Sem comentários: